Mosaic of presentersContatos: 
[EUA] Giovanna Lester
gio@convti.com
[BR] Márcia Nabrzecki
marcia@convti.com

Setembro de 2017 – Miami, FL – Um novo capítulo da história da tradução e interpretação foi escrito na última semana de agosto de 2017. O ConVTI-2017, a primeira conferência internacional de seu tipo, mobilizou, durante dois dias, espectadores, palestrantes e organizadoras em 18 países diferentes. Sem custos de deslocamento e acomodação, o ConVTI-2017 foi um evento totalmente digital, que aproveitou o alcance das novas tecnologias disponíveis.

A idealização e a organização ficaram a cargo de Gio Lester, da American LSP, sediada no sul da Flórida, e Márcia Nabrzecki, da Pro-Page Traduções, do sul do Brasil. Gio e Márcia são profissionais reconhecidas que, atuando há mais de 20 anos no setor de tradução e interpretação, reconheceram a necessidade de um evento profissional que levasse em consideração as limitações trazidas por restrições financeiras e obrigações familiares. A solução? ConVTI-2017, a conferência que vai até você.

O  uso de tecnologias inovadoras possibilitou ao ConVTI-2017 cumprir seu objetivo de complementar o calendário de eventos presenciais, especialmente para os profissionais que, por qualquer motivo, não conseguem participar das conferências tradicionais. Os diferentes fusos horários não foram um problema, já que as sessões oferecidas podiam ser assistidas ao vivo ou num momento posterior. Além disso, a maioria das sessões foi pré-gravada e recebeu legendas em dois dos três idiomas do evento: português do Brasil, inglês e espanhol. Ao final de cada dia, os inscritos tinham acesso a mesas-redondas ao vivo transmitidas com interpretação simultânea. A realização com êxito dessa primeira conferência digital internacional de tradução e interpretação contou com o auxílio de duas plataformas inovadoras para interpretação simultânea remota, Headvox e KUDO, e o apoio das organizações CodeSwitch Media, eCPD Webinars, ABRATES e Almavox.

A programação da conferência incluiu 12 palestrantes e 14 sessões, sendo 4 delas ao vivo com interpretação simultânea remota nos idiomas português, inglês e espanhol. A Headvox patrocinou a apresentação ao vivo de Barry Slaughter Olsen e as mesas-redondas, e a KUDO ficou responsável pela interpretação simultânea remota da palestra de abertura com Ewandro Magalhães. Os intérpretes do evento receberam treinamento para o uso das plataformas, e a startup Almavox fez a interpretação pro-bono de três sessões ao vivo.

A conferência também ofereceu créditos concedidos pela American Translators Association, com 10 unidades de educação continuada, e pelas California Courts, com 12,5 horas de educação continuada mínima para intérpretes de tribunal ministrada por instrutores. O evento, como um todo, foi um sucesso, mesmo com a curva de aprendizagem envolvida na criação de um novo tipo de conferência e as dificuldades técnicas naturais no contexto. Os participantes receberam com entusiasmo a nova experiência. Em mensagens particulares e publicações nas redes sociais, eles expressaram sua aprovação e destacaram a qualidade e a relevância das apresentações e do conteúdo, a conveniência da participação sem a necessidade de viajar e o acesso às sessões após o evento.

Gio Lester e Márcia Nabrzecki ficaram satisfeitas com o resultado e já começam a analisar o feedback recebido para planejar o ConVTI-2018.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *